A não vinda de Balotelli, expressada em declarações racistas…

Publicado por Griot Brazil em

O clube de Regatas Flamengo, anunciou nesta quinta feira, o fim das negociações com o Jogador italiano, Mario Balotelli. Falamos sobre essa possível contratação, AQUI. Sabíamos que a contratação do excelente atacante italiano, não era tão fácil, mas sabíamos também que trazer um jogador que sempre se impôs diante do racismo sistêmico que vigora no meio futebolístico, seria um grande desafio. Outro ponto que seria complicado é o fato de o Flamengo, assim como tantos outros clubes no Brasil, não terem uma politica clara contra o racismo.  Sendo assim, a vinda do astro Balotelli ficou um tanto complicada e não só por isso, mas também pelo fato do jogador não ser uma aquisição barata.

O anuncio da possível contratação do jogador afro-italiano causou polemica logo de cara, afinal, estamos no Brasil. O mesmo comportamento vimos no anuncio da não contratação e novamente o racismo tosco, pueril e vulgar emergiu das profundezas de uma mente retrograda que tem dificuldade para ter empatia com pessoas que não se pareça fisicamente com ela.

Acompanhe Griot Brazil também no twitter, acesse BrazilGriot e siga-nos…

“É só uma sensação, mas acho que o Flamengo escapou de uma boa ficando sem o Balotelli. A chance de dar certo no Rio era bem pequena. Ia aparecer mais nas páginas policiais do que nas esportivas”, expressou em sua conta no Twitter, o narrador do Esporte Interativo André Henning. Aqui.

Diante da polemica gerada com esse discurso de ódio ele, tentou minimizar a questão dizendo: – “Vocês entenderam bem o que eu quis dizer, mas já que escolhi a palavra errada e é sempre melhor desenhar, então corrijo sem drama: ia aparecer mais nas páginas ‘problemáticas’ do que nas esportivas. Fica melhor assim. Pronto. O histórico dele explica a minha ‘sensação’. É isso!”, Concluiu. Aqui.
Pra mim a emenda ficou igual ou pior que o soneto, mas sigamos no Brasil esse tipo de atitude imoral e antiética é tolerado e até incentivado pelas empresas de comunicação que normalmente não tem uma politica anti-racismo no seu código de ética profissional.

Por: Prettu JR


0 comentário

Deixe aqui o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: