Cadetes negras americanas com os punhos cerrados…

Publicado por Griot Brazil em

A juventude negra americana cada vez mais esta se pondo a prova e investindo em carreiras de destaque na sociedade norte americana. Um exemplo disso é a capitã Simone Askew que neste ano passou em revista a tropa de cadetes da lendária academia de West Point e a guiou até o gramado. Ela é a primeira capitã negra a receber tamanha honraria. Nunca antes uma mulher afro-americana tinha ocupado a mais alta posição estudantil de West Point. A jovem capitã tem apenas 21 anos de idade e vem se destacando como militar e  transformou-se na primeira mulher negra nomeada primeira capitã dos 4.400 cadetes de West Point. Um posto de prestígio que já foi ocupado por militares muito reconhecidos nos Estados Unidos. cadete

Também tivemos a polemica envolvendo 16 mulheres que estavam prestes  a se formarem e seguiram uma tradição fotográfica antiga em West Point, onde os futuros diplomados imitam as poses sérias de seus antecessores do século XIX. Mas, ao levantarem os punhos, as estudantes negras desencadearam uma polêmica na academia, cujos graduados são predominantemente do sexo masculino, 80%, e brancos, 70%. Na verdade o que se queria era apenas um pretexto para criticar as jovens formandas, afinal, essa nova geração de negros e negras estão mostrando que não estão de brincadeira. formandos 2019Claro que não podemos deixar de analisar o contexto geral e nem deixarmos de ver que esses jovens estão inseridos num verdadeiro vespeiro. Lugar que a branquitude sempre gostou de estar, afinal o militarismo belicista tem sido a fonte de poder deles a séculos.  Sabemos que o exercito americano é uma força imperialista, mas também sabemos que precisamos abrir outros flancos nessa luta pela emancipação do povo preto. Então, faz todo sentido que passemos a ocupar também esses espaços. west pointEssa foto acima causo bastante constrangimento aos brancos militarista que não gostaram nem um pouco da exaltação do poder negro num território que sempre foi tido como parte estrutural do poderio e da força branca. Seja como for essas jovens não perderam a oportunidade de exaltar a luta e garra do seu povo, mesmo num ambiente hostil.

Por: Prettu Júnior


0 comentário

Deixe aqui o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: