‘Se eu fosse homem eu seria melhor do mundo bem antes’, diz Serena Williams em entrevista ao rapper Common

Publicado por Griot Brazil em

‘Se eu fosse homem eu seria melhor do mundo bem antes’, diz Serena Williams em entrevista ao rapper CommonGanhador do Oscar pela trilha sonora do filme Selma e uma espécie de “renascentista” do hip-hop, Common trouxe uma luz às nuances das discussões sobre raça e ativismo. Sua última contribuição a esse diálogo foi seu álbum mais recente, Black America Again, lançando em novembro e aclamado pela crítica como uma expressão musical das tensões do nosso tempo. É também um reflexo de conversas que ele teve com figuras importantes sobre a divisão racial nos EUA.

Uma dessas pessoas foi sua amiga de longa data Serena Williams. Após um ano no qual o mundo dos esportes foi dominado por protestos durante o hino nacional e debates sobre igualdade de pagamentos entre os gêneros, Common e a lenda do tênis se encontraram para uma conversa sobre fama, raça e gênero. Confira a seguir alguns trechos da entrevista para o site The Undefeated e o vídeo completo (em inglês) no final da matéria.

COMMON: Você sente que você e Venus abriram as portas para as mulheres negras no esporte?

SERENA WILLIAMS: Obviamente, tudo o que fiz foi com a ajuda da minha irmã Venus. Mas quando eu comecei, eu nunca pensei “eu quero abrir portas para atletas negros”, ou para atletas mulheres. Eu acabei neste caminho e as pessoas começaram a olhar de um jeito diferente para mim porque eu estava apenas sendo eu mesma. E as pessoas começaram a gostar; Eu estava tipo, “Uau, OK, isso é legal.”
COMMON: Foi um peso que você não sabia que teria de carregar?

SERENA WILLIAMS: Nunca pensei nisso como um peso. Acredito que Deus nunca lhe dá mais do que você pode carregar, e acho que não estou carregando sozinha. Eu abraço isso.

Leia mais…


0 comentário

Deixe aqui o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: