Você não é uma beleza italiana, você tem a pele escura…

Publicado por Griot Brazil em

Quando falamos em Itália, um pequeno país que está situado no sul da Europa e compreende a península Itálica e uma série de ilhas, incluindo as duas maiores, Sicília e Sardenha. (AQUI) É difícil supor que aquela região do planeta com uma história tão rica e uma cultura tão vibrante, também possa abrigar uma das mentalidades mais intolerantes do planeta. Quando falamos em Itália, você logo pensa na culinária, na moda, na arte, na cultura e etc. Só que a Itália também é o berço do fascismo, assim como também tem uma cultura de intolerância das piores do mundo. Eu me pergunto sempre que ouço falar em algum caso de racismo naquele pequeno país. Como pode um paradoxo tão grande coexistir num universo tão pequeno?

O racismo é uma matéria que não é debatida de um ponto de vista que exprima o seu significado para aqueles que não são afetados por ele. Porque, se pensarmos bem, existe uma tendência em minimiza-lo ou tentar torna-lo menos hediondo e sabem por quê? Por que no fim das contas, o racismo dá inúmeras vantagens àquelas pessoas que não são atingidas por seus efeitos danosos. Dai essa tentativa de torna-lo aceitável.

O racismo vem sempre acompanhado de um pretexto ou desculpa e nada é mais emblemático que a representação da beleza de um país. Então, vemos que todos os anos surgem esse tipo de rito do ódio nas redes sociais. O motivo desta vez foi porque a bela Sevmi que é negra e concorre ao posto de miss Itália, passou para as finais do concurso local. Aí vieram às criticas e os ataques racistas. Muitos dos internautas disseram que Sevmi não pode representar a beleza italiana. “Você não é uma beleza italiana, você tem a pele escura”, escreveu um dos usuários. “Não merece participar do Miss Italia” acrescentou um outro. (aqui) Savmi por sua vez retrucou:  –  “Infelizmente ainda existem tantos preconceitos, tantas pessoas não aceitam que eu sou italiana apenas porque tenho pele escura. Se eu fosse filha de pais alemães e nascesse na Itália, estou convencida de que essa discriminação nunca teria nascido”. (AQUI)

Dizem as más línguas que a Itália é o berço da beleza, eu não negaria isso em hipótese alguma, mas também não diria que é um equivoco, se alguém me dissesse que a Itálica é o berço do ódio. Afinal, não é de hoje que vemos e ouvimos falar de atos e atitudes racistas praticados por cidadãos italianos. São tantos que eu nem poderia enumera-los, porém posso dizer com certeza que o racismo faz parte da cultura italiana, assim como também faz parte da cultura brasileira.

Por: Prettu JR.


0 comentário

Deixe aqui o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: